ESTAMPAS E PIGMENTOS PARA TECIDOS FEITOS A PARTIR DE BACTÉRIAS


 

Estampas em tecidos feitas com bactérias é um exemplo inovador de biodesign.

Tecidos já podem ser estampados com a utilização de actinobactérias, um filo de bactérias presentes no solo que produz pigmentos. O pesquisador Breno Abreu, da Universidade de Brasília, desenvolveu o incrível projeto sustentável BIOSTUDIO utilizando tecido orgânico e organismos vivos como matéria prima para estamparia. O processo utilizado chama-se Biodesign.
 


 

Após serem cultivadas e reproduzidas, foram extraídas das bactérias as cores sólidas. O resultado foi um produto final sustentável que, diferente dos produtos de larga escala, agride muito menos a natureza. A ideia final é conseguir introduzir esse processo no mercado, comercializando kits de bactérias especiais para que as pessoas possam utilizá-las como tinta.
 


 


 

 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *